Os alimentos que melhoram os resultados dos treinos

Não há treino que possa, sozinho, aumentar o volume muscular ou melhorar a definição, sem a base mais importante: a dieta. Ter uma alimentação equilibrada, com um bom suprimento de proteínas, carboidratos e demais nutrientes é importante para que o corpo consiga construir os músculos adequadamente.

Treinar pesado de jejum, esquecer de se alimentar após o treino ou chegar em casa atacando a geladeira são atitudes que minam qualquer benefício obtido durante o treinamento. Isso porque é a alimentação que tem papel fundamental no desempenho, na recuperação pós-treino e na construção muscular.

Da mesma forma que um carro precisa de combustível para andar, precisamos de comida para realizarmos nossas atividades básicas. Se o nosso corpo tiver os nutrientes necessários para manter seu nível de desempenho, consequentemente o rendimento durante os exercícios físicos aumentam. Já se a oferta não estiver adequada à demanda calórica ocasionada pelo treino, o desgaste será muito maior.

Sabemos que cada pessoa tem as suas particularidades individuais e objetivos específicos com o treino, por isso, o acompanhamento com um profissional da nutrição é sempre a melhor escolha na hora de definir o seu cardápio. Mas para te dar um norte no que comer para melhorar seus resultados dos treinos, a Madrugão Suplementos trouxe para você algumas dicas de alimentos importantes para quem treina e os melhores momentos para consumi-los.

Confira!

Alimentos que ajudam a dar mais energia (pré-treino)

Você já deve ter ouvido falar naquela antiga máxima “saco vazio não para em pé”, e ela não poderia se encaixar melhor na nossa conversa. Ir pra academia fazer seu treino, sair pra dar aquela corrida, pra pedalar ou para praticar qualquer outro esporte, de jejum, não deveria ser uma atitude comum – mas sabemos que muitas pessoas fazem isso.

Além do seu desempenho ser comprometido durante o exercício, outro problema de treinar em jejum é que o organismo começará a recorrer ao próprio músculo para obter energia. E a hipertrofia você já sabe, né? Tchau, tchau.

Os alimentos ricos em carboidratos são os mais indicados nesse momento, pois fornecem toda a energia necessária para o esforço exigido durante o treino. É importante escolher boas fontes de carboidrato, de preferência de baixo índice glicêmico, para que a liberação de açúcar no sangue seja lenta e não haja picos de insulina.

Separamos algumas sugestões para você:

  • Batata-doce
  • Beterraba
  • Frutas (abacaxi, banana)
  • Tapioca
  • Crepioca
  • Aveia (mingau ou consumido com frutas)
  • Oleaginosas

Em relação à proporção, a quantia exata vai depender do seu objetivo (ganho de massa, definição, perda de gordura, etc.) e necessidades nutricionais.

Já quanto ao tempo, o ideal é que a refeição pré-treino seja feita entre uma a duas horas antes de praticar a atividade física. Agora, se você estiver em um dia corrido, que não tenha dado tempo de se alimentar com esse intervalo, é melhor fazer um lanche com carboidratos simples, que irão elevar os níveis de açúcar no sangue mais rápido e te darão energia no treino.

Evite consumir alimentos pesados e que demoram pra digerir, como as fontes de gorduras e proteínas. Frituras e açúcar refinado também devem ser evitados.

Alimentos que ajudam na recuperação muscular (pós-atividade)

A refeição feita após o término dos exercícios é tão importante quanto o pré-treino, pois serve para ajudar o músculo a se recuperar, repor a energia gasta durante a atividade e fornecer substratos para que o corpo consiga aumentar o volume dos músculos exercitados.

A ingestão de proteína deve ser priorizada nesse período, pois é ela que tem a função de reparar as microlesões naturalmente causadas pela atividade física, e possibilitar a sua regeneração e a formação de novas células musculares.

Os carboidratos também entram em cena, pois ajudarão a recuperar os estoques de energia perdida.

Se for possível fazer uma refeição completa – almoço ou jantar – nesse momento, faça! Você pode comer salada à vontade com arroz integral ou batata-doce com frango grelhado ou ovos cozidos, um, sanduíche, feito com alguma proteína (ex.: patê de frango, atum) e salada e entre outras opções.

Abaixo, confira algumas dicas:

  • Ovos (cozido, omelete, mexido)
  • Carnes e peixes (sardinha, atum, etc.)
  • Frango
  • Peito de peru
  • Vitamina de frutas
  • Pães
  • Cereais
  • Queijos
  • Iogurtes
  • Leguminosas
  • Vegetais (brócolis, beterraba, cenoura, etc.)
  • Semente de linhaça

Saber como se alimentar corretamente durante o dia, especialmente no pré e pós-treino, é essencial para um resultado satisfatório na academia. Cuide da sua alimentação no dia a dia, evite o consumo de alimentos industrializados e ricos em açúcar refinado e procure ter uma dieta saudável na maior parte do tempo.

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.