Os efeitos da cerveja e outras bebidas alcoólicas no organismo do atleta | Será que fazem mal?

Quando se trata de substâncias químicas maléficas para o organismo, a maior preocupação são com as drogas ilícitas, como a maconha, cocaína e entre outras. Porém, um outro inimigo da saúde e da boa forma ainda é usado sem controle por muitos, além de ser socialmente aceito e associado aos momentos de lazer na cultura atual. Sabe de quem estamos falando? Se você apostou no álcool, acertou.

Seja no happy hour depois de um dia exaustivo, na reunião em casa com os amigos, na balada do sábado à noite ou até mesmo no dia a dia, a cerveja, o chopp – ou outra bebida alcoólica – está ali presente. Por causar um efeito relaxante e gostoso no organismo, a quantidade de adeptos da bebida é alta, incluindo esportistas e atletas em geral.

Mas, você sabe quais os efeitos do álcool no organismo de quem treina? Muitos praticantes alegam que tomam a sua cervejinha diariamente e não sentem diferença na sua performance esportiva. No entanto, a ciência é bem categórica ao afirmar que álcool e academia não combinam.

Então, em quem acreditar? Para te ajudar, trouxemos os principais efeitos que essa substância causa no corpo de um atleta, e como você pode fazer para continuar treinando de maneira eficiente sem deixar completamente de lado a sua bebida preferida.

Álcool e atividade física – por que não combinam?

A cerveja que você tomou não apontará no exame de doping, mas definitivamente deixará marcas no seu organismo e poderá comprometer o seu resultado na academia ou em qualquer outro esporte.

Mesmo que não seja proibido o seu consumo por atletas, o álcool é uma substância psicoativa cujo consumo é tóxico para os órgãos. Se para pessoas pouco ativas os efeitos não são legais, imagine os riscos para quem treina no limite do seu corpo.

O indivíduo que pratica exercícios físicos regularmente e ingere uma quantidade considerável de álcool durante a semana, possivelmente terá a sua qualidade física prejudicada. A bebida pode comprometer a velocidade, a força muscular, afetar a capacidade cardiorrespiratória e o equilíbrio.

O principal efeito notado ao ingerir uma bebida alcoólica é o aumento das idas ao banheiro. Apesar desse efeito diurético, ao contrário do que muitos pensam, não é a bebida que está sendo eliminada, e sim vitaminas e sais minerais importantes, como o cálcio, zinco e magnésio. Sem contar a desidratação que, por sinal, lembra que 70% do músculo é composto de água, e por isso mantê-lo hidratado é fundamental para deixá-lo definido e ajudar na hipertrofia.

O consumo do álcool também compromete no quesito hormonal (diminui os níveis de testosterona e de outros hormônios) e na síntese proteica. E para quem treina, esses dois efeitos são motivos suficientes para você evitar ao máximo a ingestão de bebidas alcoólicas.

Mas, as desvantagens não param por aí. A cerveja, o vinho e as bebidas destiladas (uísque, tequila, etc.) são bebidas bastante calóricas e, portanto, podem favorecer o ganho de peso quando consumidas em excesso. Apenas uma única lata de cerveja de 350 ml tem aproximadamente 145 calorias (o mesmo que um pão francês). E diferente de um pãozinho que não chegamos a comer mais de uma ou duas unidades, é fácil perder a conta de quantas cervejas foram consumidas.

Quando chega ao fígado, a bebida ainda pode causar problemas ainda mais sérios. Como ela se torna uma substância tóxica (acetaldeído), ela altera o metabolismo normal e aumenta o acúmulo de gordura no órgão. O resultado é uma maior dificuldade para a absorção de nutrientes e de eliminar toxinas.

Se não bastassem todos esses efeitos negativos do álcool e ainda o fato dele atrapalhar o ganho de massa muscular, estudos apontam que a sua ingestão sem moderação favorece a arritmia cardíaca, a hipoglicemia e a sensação de fadiga excessiva.

Existe algum benefício ao consumir cerveja ou outra bebida alcoólica?

Depois de tantos pontos negativos, fica difícil imaginar que o álcool pode ser benéfico para a saúde. Mas, de acordo com algumas pesquisas, existem benefícios.

O silício presente na cerveja, por exemplo, pode ajudar a melhorar a densidade óssea. As propriedades antioxidantes da bebida também é outro fator interessante, pois diminui o risco de desenvolvimento de doenças coronárias, inflamações e alguns tipos de câncer.

O vinho é outra bebida que carrega, vantagens no seu consumo moderado, devido à presença de substâncias como o resveratrol, um tipo de antioxidante. Ele pode diminuir o risco de aterosclerose e de problemas cardíacos, ajudar no controle da pressão arterial e aumentar o colesterol bom.

Qual o limite seguro para consumir o álcool?

Esse é um assunto polêmico, e a verdade é que não existe um limite denominado seguro para a ingestão de bebidas alcoólicas. Cada organismo responde de uma maneira ao álcool, uns absorvem lentamente e outros mais rápidos.

Tendo isso em questão, o importante é ter consciência dos seus limites. Em outras palavras, saber quando tomar e a hora de parar. Com exceção de atletas profissionais, não há necessidade de cortar o álcool totalmente da sua vida por conta da academia. Mas, é imprescindível aprender a beber com moderação e em apenas ocasiões esporádicas.

Evite consumir cerveja ou outras bebidas entre 48 a 72 horas antes de praticar exercícios. Logo após o treino também não é o momento certo, pois o álcool afeta a recuperação muscular. O ideal é suspender o consumo por até 24 horas após a atividade.

E não se esqueça: além da atenção ao álcool, também é importante se preocupar com a sua alimentação. Não adianta cortar as bebidas alcoólicas e continuar mantendo uma dieta desregrada, rica em gorduras ruins e açúcar. Dê preferência às proteínas magras e de alto valor biológico, carboidratos complexos, gorduras de boa qualidade e em alimentos ricos em vitaminas e minerais.

Por fim, quem frequenta academia pode beber sim, desde que com moderação e restrito a momentos especiais. Dessa forma, você continua tendo resultados excelentes com os seus treinos sem precisar recusar os convites para brindar com a sua turma.

E aí, gostou desse post? Então compartilhe na sua rede social para ajudar aos seus amigos que também estão em dúvida se podem ou não beber enquanto querem conquistar um shape saudável.

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.