Glossário

Confira aqui os principais termos do mundo fitness

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | X | W | Y | Z

A

Ácidos Graxos Essenciais
Os ácidos graxos essenciais são ácidos graxos poli-insaturados, que apresentam duplas ligações cis, pertencentes à família, ômega 3 (ω-3) e ômega 6 (ω-6), que não podem ser produzidos pelos humanos, sendo ingeridos pela dieta. Os ácidos graxos essenciais são o ácido linoleico (ω-6) e o ácido linolênico (ω-3).
Albumina
A albumina é a mais abundante proteína plasmática, perfazendo um total de 50% das proteínas totais do soro humano. Uma das importantes funções da albumina é o seu papel na manutenção do volume plasmático circulante, manutenção do equilíbrio ácido-básico. Além disso, a albumina está envolvida no transporte de uma ampla variedade de substâncias fisiológicas: moléculas lipossolúveis como os ácidos graxos de cadeia longa, hormônios como a tiroxina, o cortisol e a aldosterona e pequenos íons como o cálcio, o cobre, o níquel e o zinco. Muitas drogas também se ligam à albumina, havendo competição pelos seus sítios de ligação, tanto entre elas, quanto entre as drogas e os ácidos graxos de cadeia longa. Por último, a albumina ainda atua como um reservatório de aminoácidos, contribuindo com cerca de 5% dos aminoácidos disponíveis para os tecidos periféricos, sendo que esta oferta se encontra aumentada na presença de algumas doenças malignas, e em situações nas quais o balanço nitrogenado é negativo.
Aminoácido
São moléculas que apresentam em sua estrutura básica um grupo amino (NH2) e um grupo carboxílico (COOH). Através de ligações peptídicas, formam as proteínas, e podem ser classificados em aminoácidos não essenciais (produzidos pelo organismo) e aminoácidos essenciais (não produzidos pelo organismo).
Anabólico
Substância que tem capacidade de ativar o estado metabólico de anabolismo, levando a reações de síntese orgânica, isto é, a partir de substâncias/moléculas mais simples são produzidas substâncias/moléculas mais complexas.
Anabolismo
Produção de nova matéria orgânica nos seres vivos por meio da síntese de moléculas simples em complexas. É o processo responsável pelo crescimento, regeneração e manutenção dos diversos tecidos e órgãos presentes no organismo. Exemplo de anabolismo é a síntese proteica a partir de aminoácidos.
Anticorpos
São proteínas específicas de defesa, sintetizadas pelo sistema imunológico de um organismo. São capazes de identificar e neutralizar antígenos (corpos estranho, como bactérias, vírus ou células tumorais).
Antioxidantes
Componentes alimentares com capacidade de transformar e/ou diminuir a ação de oxidação dos radicais livres, impedindo seus efeitos danosos ao organismo. O desequilíbrio na produção de radicais livres e na remoção destes pelas defesas antioxidantes, definido como estresse oxidativo, pode causar danos celulares ao atacar membranas, ácidos nucleicos, proteínas e polissacarídeos, levando a alterações funcionais e ao desenvolvimento de diversas doenças. Embora o organismo possua defesas antioxidantes endógenas efetivas para o combate ao excesso de radicais livres, tais como as enzimas superóxido-dismutases, peroxidades, catalases e glutationa-peroxidases, acredita-se que elas não são infalíveis, portanto, constantemente há formação de radicais livres. Dessa forma, os antioxidantes obtidos por meio de uma dieta são indispensáveis para a defesa apropriada contra a oxidação e, portanto, têm papel importante na manutenção da saúde. Entre os nutrientes da dieta com ação antioxidante destacam-se as vitaminas E, A e C, e os minerais zinco, manganês, cobre e selênio.
Articulações saudáveis (Colágeno)
Estudos tem sido realizado para verificar a ação do colágeno hidrolisado sobre cartilagem e osso, além do possível suporte terapêutico em casos de osteoartrite e osteoporose. Porém não há total comprovação sobre esse efeito. O reumatologista Francisco Airton Rocha, membro da comissão de Osteoartrose, da SBR, ressalta que não há comprovação científica de que o colágeno aja beneficamente nas articulações.
ATP - Adenosina Trifosfato
Molécula constituída por adenosina, composta de adenina e ribose, e três grupos fosfato. Quando o ATP é quebrado, libera uma grande quantidade de energia utilizável , servindo como combustível que ativa, por exemplo, a contração muscular.

B

Barras de proteína
As barras de proteínas devem atender as adequações presentes nas normas estabelecidas pela RDC nº 18, de Abril de 2010 da agência Nacional de Vigilância Sanitária, que determina que a barra para ser denominada barra de proteína, deve conter no mínimo 10 gramas de proteína na porção e 50% do valor energético total deve ser proveniente das proteínas.
BCAA
Composto formado por 3 aminoácidos: leucina, isoleucina e valina. são denominados aminoácidos de cadeia ramificada por conta de sua formação estrutural. Os BCAAs Compõe parte das proteínas musculares e são metabolizados nos próprios músculos, fornecendo energia em exercícios prolongados, e evitando o catabolismo proteico.
Suplementos de proteína do soro do leite (whey protein) e proteína do ovo (albumina) também são boas fontes de BCAA.
Biotipo
Conjunto de características herdadas geneticamente que definem o tipo físico de cada organismo (endomorfo, mesomorfo, ectomorfo). Tais caracteristicas são influenciadas pelo ambiente que configura o indivíduo.
Bodybuilder
Bodybuilder - Praticante de Bodybuilding, busca mais volume, mais definição, mais simetria, através do exercício físico.

C

Cafeína
É um alcaloide derivado da xantina (1,3,7 Trimetilxantina) e é composta por 86% Paraxantina, 12% Teobromina e 2% Teofilina. Esta substância é encontrada naturalmente em diversos produtos consumidos frequentemente na dieta como o guaraná, o mate, o chocolate, o café, alguns refrigerantes e chás. Ela também pode ser encontrada em alguns medicamentos como agente antagonista do efeito calmante de certos fármacos. Ela é rapidamente absorvida através do trato gastrointestinal e move-se através das membranas celulares com a mesma eficiência a qual é absorvida e distribuída aos tecidos. Devido à sua solubilidade em lipídios, a cafeína atravessa a barreira hematoencefálica com facilidade e sua meia-vida plasmática varia de 3 a 10 horas. Seu metabolismo ocorre através do sistema citocromo P450 oxidase a uma variedade de metabólitos xantina, com cerca de 1-3% sendo excretado na urina na forma de cafeína livre.
Cálcio
O cálcio é um nutriente essencial para a manutenção da saúde óssea, pois contribui para a mineralização e rigidez do esqueleto e consequentemente para a prevenção de problemas como a osteoporose e fraturas na vida adulta e na velhice. Também participa da formação de fibrina no processo de coagulação sanguínea e da regulação da contração muscular, uma vez que a proteína troponina, reguladora da contratibilidade da actina e miosina, é dependente de cálcio. Leite e derivados, vegetais verdes escuros, certos tipos de peixes e oleaginosas representam importantes fontes alimentares do mineral.
Carboidrato
Molécula orgânica, produzida em sua grande maioria, pelos vegetais, podendo ser classificado em monossacarídeos (glicose, galactose e frutose), dissacarídeos (sacarose, lactose e maltose), oligossacarídeos (maltodextrina e fruto-oligossacarídeos) e polissacarídeos (amido). Os carboidratos tem a função de fornecer energia ao organismo que o consome.
Caseína (Micellar)
Existem vários tipos de proteína no leite. A principal delas é a caseína, que apresenta alta qualidade nutricional. A caseína é produzida pelas células secretórias da glândula mamária e encontra-se organizada na forma de micelas, que são agrupamentos de várias moléculas de caseína junto com cálcio, fósforo e outros sais. Cerca de 95% da caseína total do leite está nessa forma. As micelas de caseína junto com os glóbulos de gordura são responsáveis por grande parte das propriedades relativas à consistência e à cor dos produtos lácteos.
Catabolizar
Referente ao catabolismo, que se trata de um processo metabólico de ocorrência natural no corpo, onde há degradação de determinados tecidos com o objetivo de obter energia. O catabolismo ocorre quando os níveis de glicose no sangue estão baixos (hipoglicemia), então sinais são enviados ao fígado para que aja uma mobilização generalizada para produção de energia, havendo degradação de proteínas e gordura.
Chás
Bebida preparada através da infusão de folhas, flores, raízes de planta do chá, geralmente preparada com água quente. Cada variedade adquire um sabor definido de acordo com o processamento utilizado, que pode incluir oxidação, fermentação, e o contato com outras ervas, especiarias e frutos.
Chocolate proteíco
Não existe uma legislação específica para chocolate proteico. Existe apenas para as barras de proteínas, conforme descrito acima.
CL/LA (CLA)
Os ácidos linoléico (LA, ω6, 9c12c-18: 2) é um ácido graxo, essenciais porque precisam ser fornecidos a partir da dieta ou de suplementação.
Colágeno
O termo “colágeno” é utilizado para denominar uma família de 27 proteínas isoformas encontradas nos tecidos conjuntivos do corpo. Em termos de quantidade, é o composto mais importante do tecido conjuntivo e é um elemento estrutural importante em organismos multicelulares. O colágeno é uma proteína fibrosa encontrada em todo o reino animal, contém cadeias peptídicas dos aminoácidos, glicina, prolina, lisina, hidroxilisina, hidroxiprolina e alanina. Essas cadeias são organizadas de forma paralela a um eixo, formando as fibras de colágeno, que proporcionam resistência e elasticidade à estrutura presente. As proteínas colagenosas formam agregados supramoleculares (fibrilas, filamentos ou redes), sozinhas ou em conjunto com outras matrizes extracelulares. Sua principal função é contribuir com a integridade estrutural da matriz extracelular ou ajudar a fixar células na matriz. O colágeno apresenta propriedades mecânicas singulares, e é quimicamente inerte.
Creatina
A creatina (ácido α-metil guanidino acético) é uma amina de ocorrência natural sintetizada endogenamente pelo fígado, rins e pâncreas, a partir dos aminoácidos, glicina e arginina e metionina. Pode também ser obtida via alimentação, especialmente pelo consumo de carne vermelha e peixes. A concentração celular de creatina é determinada pela habilidade da célula em assimilar o nutriente a partir do plasma, uma vez que não há síntese muscular da mesma. Sabe-se que a captação da creatina circulante na corrente sanguínea pelo músculo é realizada através de um processo altamente específico, sódio-dependente, saturável e de alta afinidade, capaz de transportar a creatina contra um gradiente de concentração. Estudos recentes vêm demonstrando a existência de diversos fatores capazes de influenciar a captação de creatina pelas células, destacando-se entre eles o limite intramuscular de armazenamento de creatina e a insulinemia.
Cromo
O cromo trivalente (Cr3þ) é um oligoelemento essencial envolvido no metabolismo da glicose e da insulina e tem capacidade de neutralizar o estresse oxidativo associado à resistência à insulina. O cromo é considerado um antioxidante indireto, pois evita a auto oxidação de glicose e ativa certas enzimas, estabilização de proteínas e ácidos nucleicos.
Cut/Cutting
Fase de preparação de um bodybuilder, na qual, o objetivo é a definição muscular. Este processo caracteriza-se por estratégias envolvidas na dieta e na suplementação, para que seja reduzido o percentual de gordura do indivíduo, minimizando as perdas de massa muscular.

D

Day Off
Estratégia normalmente utilizado em dietas com pouca quantidade de carboidratos, que visam apenas acelerar o metabolismo que foi alterado por conta da restrição calórica semanal. O day off acelera o metabolismo e precisa ter uma alta ingestão calórica, principalmente de carboidratos, porém deve ser minuciosamente adequado a cada indivíduo.
Dextrose
constitui o tipo mais conhecido e mais simples de CHO, os monossacarídeos. São carboidratos fundamentais para outros tipos de CHO, como a maltodextrina, a maltose, entre outros, pois compõem a estrutura química deles, além de ser uma das principais fontes de energia em praticamente todas as formas de vida.
Diurético
São medicamentos que atuam no funcionamento dos rins, interferindo no processo de filtração e reabsorção de água e sais e aumentando a quantidade de urina produzida pelo organismo. Ao intensificar o fluxo urinário, os diuréticos favorecem a eliminação do sódio, muitas vezes responsável por casos de pressão arterial alta e insuficiência cardíaca e renal.

E

EAA
Os esteroides anabólicos androgênicos (EAA) são derivados sintéticos do hormônio testosterona, sendo agentes farmacológicos frequentemente empregados como recursos ergogênicos, agindo da mesma forma que os androgênicos. Os EAA são usados para promover aumento da massa muscular, com o objetivo de obter um melhor desempenho nos esportes e melhorar a aparência física. Entretanto, as propriedades androgênicas são responsáveis por diversos efeitos colaterais.
Energético drink
De acordo com a ANVISA, atribui-se o uso da expressão “bebida energética” ou “energy drink” ao produto que contém em sua composição, inositol e/ou glucoronolactona e/, ou taurina e/ou cafeína, podendo ser adicionado de vitaminas e minerais e, inclusive, de outros ingredientes, desde que esses não descaracterizem o produto. Essa composição associa estes a uma redução no tempo de instalação da fadiga muscular no sistema nervoso central, aumento do potencial de treinamento, aumento da performance física dentre outros aspectos a elas atribuídas.
Energético em gel
É “Suplemento energético para atletas”, que conforme a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), órgão federal responsável pela regulamentação e fiscalização de suplementos no Brasil, determina pela RDC nº 18/2010, Art. 7º Os suplementos energéticos para atletas devem atender aos seguintes requisitos: I - o produto pronto para consumo deve conter, no mínimo, 75% do valor energético total proveniente dos carboidratos; II - a quantidade de carboidratos deve ser de, no mínimo, 15 g na porção do produto pronto para consumo; III - este produto pode ser adicionado de vitaminas e minerais, conforme Regulamento Técnico específico sobre adição de nutrientes essenciais; IV - este produto pode conter lipídios, proteínas intactas e ou parcialmente hidrolisadas; V - este produto não pode ser adicionado de fibras alimentares e de não nutrientes.
Enzimas
As enzimas são substâncias orgânicas, em sua grande maioria proteínas, que atuam como catalisadores de reações químicas no organismo. Ou seja, elas aceleram as reações químicas, sem serem destruídas no processo. As enzimas são altamente específicas, atuando sobre determinada reação ou sobre determinadas moléculas, conhecidas como substratos.

F

Fase concêntrica
Também conhecida como fase positiva, trata-se do momento onde há contração do músculo alvo.
Fase excêntrica
Também conhecida como fase negativa, trata-se do momento onde há alongamento do músculo alvo.
Fenilalanina
Aminoácido essencial ao ser humano, isto é, deve vir da alimentação ou suplementação. No organismo, é convertida em tirosina, para síntese de norepinefrina (noradrenalina), epinefrina (adrenalina) e dopamina.
Fisiculturismo
Também conhecido como Bodybuilding, tem como principal objetivo, melhorar a estética corporal, geralmente com fins competitivos. Os pré-requisitos para a participação em uma competição de fisiculturismo são: volume dos músculos, definição muscular e a proporção entre eles. A competição possui diversas categorias, para ambos os sexos, e é disputada através da comparação dos músculos em diferentes aspectos: tamanho, definição, força, proporção, definição e estética. Para isso, o bodybuilder utiliza estratégias como: treinamento, repouso, nutrição, e suplementação, acrescentando proteína extra à alimentação.
Frutose
Também conhecido como levulose, é um carboidrato simples (monossacarídeo), ou seja, um açúcar. Quando ligada a glicose, a frutose constitui a sacarose, além de estar presente em grande concentração no mel. Nas frutas sua composição é relativa, apresentando alto teor apenas em algumas. É considerado o mais doce entre os açúcares, e, por conta disto, tem sido amplamente utilizado pela indústria, geralmente utilizada na forma de xarope de milho. metabolizada no fígado, a frutose tem sido relacionada ao estímulo de lipogênese (acúmulo de gordura) pelo organismo.

G

Glicose
Também denominada de dextrose, trata-se de um açúcar (monossacarídeo), ou seja, um carboidrato, sendo a principal fonte de energia celular. No organismo, quase todos os carboidratos são digeridos em moléculas menores, para serem absorvidos em forma de glicose. É através do nível de glicose presente no sangue, que o corpo modula a liberação de insulina. Quando a concentração está baixa, denominamos hipoglicemia, e quando este apresenta-se elevado, é denominado hiperglicemia.
Glutamina
A glutamina é o aminoácido mais abundante no organismo e seu conteúdo é especialmente alto no músculo esquelético. Entre outras funções, a glutamina desempenha um papel na imunidade e nos processos anabólicos. A glutamina foi proposta como nutriente semi-essencial, porque em situações catabólicas como doenças, sua taxa de síntese é insuficiente para atender às demandas.
Gourmet
Gourmet é o nome que se dá um estilo de culinária mais elaborada, requintada e que atende as exigências do consumidor com gosto mais apurado em relação à qualidade e apresentação do prato ou da bebida. A expressão gourmet está associada a uma ideia de “alta cozinha” (haute coisine, em francês), englobando cultura e arte culinária, feita de forma criteriosa, com produtos de qualidade e artisticamente apresentada. Gourmet é um termo de origem francesa e seu significado designava um conhecedor e entendedor de boas bebidas e iguarias, além de conhecedor de bons vinhos.
Granel
Produtos a granel são mercadorias, cargas e suprimentos armazenados ou transportados em grandes quantidades, no seu estado bruto, sem embalagens fracionadas. São produtos que não podem ser ensacados ou encaixotados, sendo transportados em contêineres e caminhões específicos para cada caso.
Guaraná
O guaraná (Paullinia cupana) é uma planta nativa da América do Sul, encontrada principalmente na Venezuela e Brasil. Seu componente principal é a guaranina, uma substância quimicamente idêntica à cafeína. O guaraná é adicionado às bebidas energéticas em combinação com a cafeína ou sozinho. O efeito estimulante do guaraná é similar ao da cafeína, sendo que 1 g de guaraná contém o equivalente a 40 mg de cafeína. A fonte natural precisa da atividade estimulante do guaraná não é bem conhecida. Contudo, tem sido relatado que o guaraná exerce um efeito mais prolongado que o equivalente médio de cafeína. O teor de gordura contida na semente de guaraná e substâncias como o ácido tânico fazem com que a liberação da guaranina seja mais lenta do que a da cafeína, prolongando seus efeitos no organismo.

H

HGH (Suplementos)
O GH é um hormônio que tem ação anabólica, ao estimular o crescimento tecidual, e metabólica, alterando o fluxo, a oxidação e o metabolismo de praticamente todos os nutrientes na circulação. Porém, os mecanismos envolvidos com estas ações são bastante complexos e podem ser divididos em: ações diretas, que são mediadas pela cascata de sinalizações intracelulares, desencadeadas pela ligação do GH ao seu receptor na membrana plasmática; e ações indiretas, mediadas principalmente pela regulação da síntese dos fatores de crescimento semelhantes à insulina (IGF, insulin-like growth factors) e de suas proteínas transportadoras plasmáticas (IGFBP, insulin-like growth factor binding proteins).
Hipercalóricos (Massa)
Suplemento que possui componentes com alta quantidades de calorias e baixo teor de gordura.
Hipertrofia
Aumento do tamanho de qualquer célula do organismo, quando esta, sofre uma sobrecarga, ou seja, um estímulo crônico, recorrente. Como exemplos práticos, a sobrecarga exercida no músculo de bodybuilders através da musculação, leva a síntese proteica, consequentemente, ocorre a hipertrofia das células musculares.
Histidina
Trata-se de um aminoácido essencial, hidrofílico (possui afinidade com água). A histidina participa, juntamente com a β-alanina (beta alanina), da síntese endógena de carnosina, a qual, tem sido relatado, ter uma importante contribuição para o desempenho em atividades de alta intensidade, especialmente naquelas limitadas pela acidose intramuscular.
HMB (Suplementos)
O β-hidroxi-β-metilbutirato (HMB) é um metabólito da leucina. Atribui-se efeito da suplementação sobre a hipertrofia muscular e ganho de força em treinos de resistência, e tem sido estudado também como possível estimulador da síntese proteica muscular.
Hormônio
Hormônios são substâncias químicas de ação sistêmica produzidas por células especializadas, em sua grande maioria, presentes nas glândulas endócrinas. Os hormônios são lançados na circulação, sendo que cada um possui um efeito específico, sendo de indução ou inibição. São de extrema importância para o controle do funcionamento do corpo humano, regulando o crescimento, as funções de vários tecidos, o metabolismo, etc. A taxa de secreção varia com a necessidade do organismo.

I

Índice glicêmico
Usado para classificar os diferentes carboidratos provindos da alimentação, de acordo com a capacidade que os mesmo possuem de elevar a glicemia sanguínea, quando comparados a um alimento de referência. Estudos recentes apontam que alimentos com baixo índice glicêmico demonstram efeitos benéficos no controle da glicemia.
Inibidor de apetite
São suplementos que promovem aumento da sensação de saciedade, fazendo com que o indivíduo não sinta fome por longos períodos de tempo. Podem ser naturais/fitoterápicos (alguns alimentos e nutrientes agem naturalmente como inibidores do apetite) ou medicamentos/drogas, geralmente utilizadas para o tratamento de obesidade sob prescrição médica e que, além de aumentar a saciedade, também atuam sobre o metabolismo, sobre o trato gastrointestinal, diminuindo a absorção de gorduras. Se usados indiscriminadamente, estes medicamentos podem causar inúmeros malefícios à saúde. Dentre os inibidores naturais estão: as fibras, a cafeína, dentre outros.
Insulina
Hormônio produzido pelas células beta do pâncreas que permite a entrada de glicose nas células para produção de energia. Alias, a insulina é um hormônio anabolizante sistêmico, isto é, atua também no metabolismo de lipídeos e proteínas. Como exemplos de reações anabólicas geradas pela insulina, temos a suspensão da liberação de glicose pelo fígado, levando a um aumento na síntese de glicogênio hepático e muscular, a inibição de lipólise pelo tecido adiposo, e o aumento da absorção de aminoácidos circulantes pelas células, aumentando a síntese proteica.
Isoleucina
Aminoácido essencial, classificado também de aminoácido de cadeia ramificada. A isoleucina pode ser encontrada em fontes de proteína animal (carnes, frango, ovos, peixes), de alguns vegetais (amêndoas, grão-de-bico e a maioria das sementes), e juntamente com outros dois aminoácidos de cadeia ramificada (leucina e valina) compõe o suplemento BCAA, o qual, estudos comprovam reduzir a degradação de proteína induzida pelo exercício.
Isometria
Trata-se de uma técnica de exercício muscular que consiste em realizar contração dos músculos alvos sem movimento articular. A contração muscular isométrica, além de diminuir a sobrecarga articular, ainda desenvolve a resistência dos tendões e ligamentos, consequentemente aumentando a flexibilidade. Esses fatores tornam a isometria benéfica não somente para evitar lesões, mas também recuperação de tais condições.

L

L-Carnitine
É um composto sintetizado no fígado a partir dos aminoácidos, lisina e metionina, na presença de ferro, ácido ascórbico, niacina e vitamina B6. Participa da translocação do Acil-CoA (derivado do metabolismo das gorduras) para dentro das mitocôndrias, para que assim possa ser oxidado e gerar energia. Dessa forma, acredita-se que o consumo de L-carnitina possa ser uma estratégia de redução de gordura corporal, já que esta faz com que as gorduras sejam oxidadas.
Leucina
Aminoácido essencial, classificado também de aminoácido de cadeia ramificada. A leucina pode ser encontrada em fontes de proteína animal (carnes e laticínios), de alguns vegetais (castanhas, feijões, arroz integral, soja e trigo integral), e juntamente com outros dois aminoácidos de cadeia ramificada (isoleucina e valina) compõe o suplemento BCAA, o qual, estudos comprovam reduzir a degradação de proteína induzida pelo exercício.
Levedura
É um tipo de microrganismo do Reino Fungi, unicelular, capaz de se reproduzir rapidamente. Se destaca devido ao seu alto teor de nutrientes, como proteínas, sais minerais, triglicerídeos e vitaminas do complexo B, principalmente Tiamina, Riboflavina, Niacina e Ácido Pantotênico. Além disso, auxiliam no aumento da resistência a infecções, por possuírem componentes que intensificam a resposta imunológica. Podem ser utilizadas para produção de bebidas fermentadas, para panificação, no preparo de receitas culinárias.
Linhaça
É a semente de uma planta (linho), muito utilizada na culinária, devido sua versatilidade e características nutricionais. A linhaça pode ser consumida na forma de semente, farinha, óleo, ou em pasta, podendo ser do tipo marrom ou dourada. É rica em gorduras insaturadas benéficas ao organismo, fibras e outros nutrientes, dessa forma contribuindo para a saúde cardiovascular, bom funcionamento intestinal, controle da glicemia, e promoção da saciedade.
Lisina
Aminoácido produzido pelo próprio organismo humano, a lisina tem uma das cadeias de aminoácidos mais longas dentro os vinte sintetizados pelo ser humano. A lisina ajuda no crescimento ósseo, além de ser componente do colágeno, de cartilagens e outros tecidos conectivos, sendo usada também para o tratamento contra o vírus da herpes, por sua atividade antiviral. Além disso, participa da produção de carnitina, em conjunto com a metionina. A carnitina possui um efeito vasodilatador e antioxidante, e vem sendo utilizada por atletas visando um aumento do fluxo sanguíneo para os músculos.

M

Maca peruana
É uma planta (Lepidium Meyenii Walp) nativa da região dos Andes, no Peru, muito utilizado pela medicina tradicional da Índia e China. Acredita-se ser um estimulante natural sexual, afrodisíaco, contribuindo para o aumento do desejo sexual e da produção hormonal. É rica em vitaminas, fito esteróis, minerais essenciais, aminoácidos, gorduras insaturadas e fibras (principalmente insolúveis). Muito utilizado por praticantes de atividade física, uma vez que aumenta a disposição e reduz a fadiga, contribuindo para melhora do desempenho físico.
Maltodextrina
é um tipo de carboidrato complexo, proveniente da conversão enzimática do amido do milho, de fácil e rápida absorção. É muito utilizado por atletas que praticam exercícios físicos de longa duração (endurance), uma vez que garante energia, retarda a fadiga, promove aumento da disposição durante o exercício, e contribui assim para a melhora da performance. Se utilizada fora da nutrição esportiva, a maltodextrina pode fazer mal. Isso porque tem alto índice glicêmico, o que eleva rapidamente os níveis de glicemia (açúcar do sangue), podendo favorecer o aumento da glicemia e o ganho de peso.
Massa Magra
Termo usado para definir aspectos específicos da composição corporal. No caso da massa magra, são levados em consideração o peso somado de músculos, ossos e vísceras. Diferentemente da massa corporal livre de gordura, que conta com todo peso corporal isento de gordura, e da massa corporal gordurosa, que fornece o percentual de gordura total do organismo.
Metionina
Aminoácido essencial e sulfurado, isto é, contém enxofre, substância preventiva em desordens de cabelo, peles e unhas. Além disso, o fato de conter enxofre auxilia na formação de aminoácidos não essenciais, a cisteína e a taurina, estas, por sua vez, ajudam o corpo a eliminar toxinas. A metionina, em conjunto com outros dois aminoácidos (glicina, arginina) também é responsável pela produção de creatina.
Multivitamínico
É um suplemento composto por vitaminas e minerais. Possui a capacidade de suprir as necessidades de micronutrientes do organismo, quando a alimentação por si só não os fornece nas quantidades ideais. As vitaminas e minerais são essenciais para o bom funcionamento do organismo de forma geral, e sua carência pode gerar uma série de complicações. Cada multivitamínico tem sua composição, apresentando variações quanto a composição e quantidades.

N

Nutricosmético
São suplementos orais que têm como objetivo combater o envelhecimento da pele, cabelos e unhas, ou promover o emagrecimento. Compostos por vitaminas, minerais, aminoácidos, extratos naturais ou outros ingredientes antioxidantes e anti-inflamatórios, que atuam na prevenção e redução de sinais de envelhecimento. Podem ser encontrados na forma de pílulas, líquidos, balas e snacks.

O

Óleo de coco
É o óleo extraído do coco, rico em gorduras saturadas, principalmente em triglicerídeos de cadeia média (TCM- cerca de 70 a 80% de sua composição). São os TCMs que conferem propriedades benéficas ao óleo de coco, pois, diferente dos outros tipos de gordura saturada, eles são rapidamente absorvidos pelo organismo, oxidados e transformados em energia. Além disso, eles não participam do ciclo do colesterol, e, portanto, não são estocados em depósitos de gordura.
Óleo de prímula
É o óleo extraído das sementes da Prímula, planta da espécie Oenothera biennis., nativa da América do Norte. É rico, principalmente, em ácido graxo Ômega 6. É bastante utilizado para tratamento de artrite reumatóide, dor no peito, eczema, diabetes, e alívio dos sintomas da tensão pré-menstrual.
Ômega
Compreende o local no qual está inserido a primeira dupla ligação dos ácidos graxos insaturados, sendo os principais, ômega 3, 6 e 9. O ômega 3 e o 6 são poli-insaturados e considerados essenciais, pois não conseguem ser sintetizados pelo corpo humano, dessa forma devem ser consumidos através da dieta. O Ômega 3 é encontrado em grande quantidade nos óleos de peixes que vivem em águas profundas e frias, em algas marinhas, e nos óleos de algumas sementes como a linhaça. Possui importante papel anti-inflamatório, contribuindo para a saúde cardiovascular e atuando no controle dos níveis sanguíneos de colesterol. Além disso, estudos vêm demonstrando o papel positivo do Ômega 3 em doenças como o Alzheimer, depressão e ansiedade. O Ômega 6 é encontrado principalmente em óleos vegetais (como de girassol, milho, etc). Deve estar em proporção adequada com o Ômega 3, pois embora o Ômega 6 tenha papel importante no organismo, seu excesso pode ser prejudicial e pró-inflamatório. Já o Ômega 9, participa do metabolismo, desempenhando papel na síntese de hormônios, e está relacionado a baixos níveis sanguíneos de “colesterol ruim” (LDL) e altos níveis de “colesterol bom” (HDL). É também considerado antioxidante e anti-inflamatório. Está presente em azeites de oliva, óleo de canola, oleaginosas e abacate.
Overtraining
Termo utilizado para denominar um excesso de atividade física, a ponto do organismo não ser capaz de se recuperar adequadamente. O overtraining não só prejudica a hipertrofia muscular, como também pode gerar catabolismo proteico. Outros sintomas relacionados ao overtraining são: contusões musculares e articulares, resfriados frequentes, dores de cabeça, ansiedade, depressão, perda de força, cansaço anormal, entre outros.

P

Packs
São suplementos alimentares compostos por vitaminas e minerais, e outros nutrientes que auxiliam na melhora do desempenho físico. Sua composição varia de suplemento para suplemento, porém a maioria deles auxilia no ganho de massa muscular, por conter aminoácidos, precursores do crescimento, e outros compostos que contribuem para o anabolismo.
Palatinose
Ou Isomaltulose, é um tipo de carboidrato formado por sacarose (glicose + frutose), extraído da beterraba. Possui baixo índice glicêmico, portanto lenta absorção, auxiliando no controle da glicemia e fornecendo energia por tempo mais prolongado, evitando picos glicêmicos e insulinêmicos. Ideal para praticantes de atividade física, uma vez que retarda a fadiga, por fornecer energia de forma contínua e poupar o glicogênio, e por ser de fácil digestibilidade, evitando desconfortos gastrointestinais.
Pasta de amendoim
É uma preparação a base de amendoim cozido ou torrado, que consiste no seu processamento até atingir o ponto de creme/pasta.
Pré-Treino
É um suplemento alimentar composto por ingredientes estimulantes, que garantem mais energia e disposição antes do treino. Dentre os ingredientes mais utilizados estão a cafeína, taurina, teacrina, guaraná.
Produtos veganos
São produtos feitos 100% com ingredientes de origem vegetal, sem nenhum tipo de ingrediente testado ou de origem animal. Dessa forma, segundo a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB), a adoção do estilo de vida vegetariano e vegano, e a substituição dos produtos convencionais para os produtos veganos, contribui para o meio ambiente (reduz desmatamento e emissão de gases do efeito estufa), para a saúde (já que o consumo de carnes está associado ao aumento de doenças crônicas não transmissíveis), e para a sociedade (pois a produção de alimentos através da pecuária contribui significativamente para o desperdício alimentar).
Proteína
São macromoléculas formadas por aminoácidos através de ligações peptídicas. No corpo humano, existem cerca de 50 mil componentes proteicos, destas, 65% são encontradas no músculo esquelético. Sua ingestão está diretamente ligada ao processo de hipertrofia muscular, porém as mais variadas funções são destinadas as proteínas e seus compostos, tais como: fornecimento de energia, formação de outras estruturas do corpo (unhas, cabelos, pele, tendões, ligamentos, órgãos e ossos), produção hormonal e enzimática, fortalecimento do sistema imunológico, controle do ph, e função transportadora.
Proteína da carne
Proteínas são macromoléculas compostas por aminoácidos, importantes para a manutenção do metabolismo, assumindo diversos papéis no organismo, por exemplo assumem funções estruturais, compõem os músculos e estruturas celulares, atuam no fornecimento de energia, atuam como enzimas, dentre outros. A proteína derivada da carne é considerada de alto valor biológico, por conter todos os aminoácidos essenciais (que são aqueles que o corpo não produz) em sua composição.
Proteína vegana
Proteínas são macromoléculas compostas por aminoácidos (essenciais e não essenciais), importantes para a manutenção do metabolismo, assumindo diversos papéis no organismo, por exemplo, assumem funções estruturais, compõem os músculos e estruturas celulares, atuam no fornecimento de energia, atuam como enzimas, dentre outros. A proteína vegana é aquela derivada de vegetais, são consideradas de baixo valor biológico por não possuírem todos os aminoácidos essenciais em sua composição. Além disso, os vegetais possuem naturalmente menor quantidade de proteína quando comparados aos alimentos de origem animal. Entretanto, estudos demonstram que é possível atingir as recomendações deste macronutriente através do consumo estrito de vegetais, e que a partir da combinação correta entre eles, é possível consumir todos os aminoácidos essenciais.

Q

Quitosana
  É um polissacarídeo derivado da Quitina (substância presente na carapaça de insetos), que possui estrutura molecular semelhante à da fibra vegetal (celulose). Ao entrar em contato com o trato gastrointestinal, a quitosana se transforma em um gel, e assim tem a capacidade de inibir a absorção de gorduras pelo organismo, e reduzir os níveis de colesterol LDL, auxiliando no controle do peso corporal.

R

Ribose
É um carboidrato simples, de rápida absorção, que participa da formação de estruturas químicas do corpo, como o ATP, ADP, AMP, DNA, RNA.  Muito utilizada para melhora do desempenho físico, já que assume importante papel na ressíntese de ATP (molécula fornecedora de energia).

S

Sacarose
Popularmente conhecida como açúcar refinado, ela é encontrada em alimentos vegetais, como a beterraba e a cana-de-açúcar. A sacarose é um dissacarídeo composto por dois monossacarídeos, a frutose e a glicose.
Shakes
São misturas para preparo de bebidas, acrescidos de nutrientes, capazes de substituir parcialmente ou totalmente uma refeição. São geralmente utilizados por pessoas que não tem tempo de preparar a refeição, por ser uma opção prática, ou por pessoas que querem emagrecer, já que consiste em preparações de baixo valor calórico
Substituto de refeição
É um tipo de produto acrescido de nutrientes, capaz de substituir totalmente uma refeição. É muito utilizado por pessoas que desejam perder peso, uma vez que são reduzidos em calorias, possuem grande aporte nutricional e promovem saciedade.

T

Termogênicos
É um suplemento alimentar composto por ingredientes que aceleram o metabolismo e aumentam o gasto calórico, dentre os ingredientes mais utilizados estão a cafeína, catequinas, efedrina. Têm como objetivo auxiliar na perda de peso e de gordura corporal, melhorar o desempenho físico e fornecer energia.
Treonina
Aminoácido essencial, tem participação na constituição do colágeno,auxilia no funcionamento do trato gastrointestinal sendo o mais abundante aminoácido para formação de imunoglobulinas.
Triptofano
Aminoácido essencial, indispensável para síntese de serotonina, um dos neurotransmissores mais importantes para o bom funcionamento cerebral, sendo diretamente ligado a regulação do humor. Além disso, a serotonina é relacionada com sintomas clássicos da fadiga central, portanto altas concentrações de triptofano no SNC durante o exercício prolongado, tem sido relacionada à tal condição. Entretanto, alguns estudos não corroboram com esta hipótese, sendo necessários mais pesquisas.

V

Valina
Aminoácido essencial, classificado também de aminoácido de cadeia ramificada. A valina pode ser encontrada em fontes de proteína animal (carnes, laticínios) de alguns vegetais (proteína de soja, grãos, amendoim e cogumelos), e juntamente com outros dois aminoácidos de cadeia ramificada (leucina e isoleucina) compõe o suplemento BCAA, o qual, estudos comprovam reduzir a degradação de proteína induzida pelo exercício.
Vitamina C
Ou Ácido Ascórbico, é uma vitamina solúvel em água, incapaz de ser sintetizada pelo organismo, e que possui papel fundamental no combate aos radicais livres. Além de ser antioxidante, também contribui para a absorção do ferro, fortalece o sistema imunológico, participa de processos celulares e síntese de outras moléculas. Dentre alimentos ricos nesta vitamina estão: acerola, mamão papaya, laranja, limão, abacaxi, morango, kiwi, goiaba, caju, brócolis, couve-flor, agrião, espinafre e rúcula. É muito utilizada como aditivo em produtos industrializados com o objetivo de retardar a oxidação dos alimentos, conservando-os por mais tempo.

W

Waxy maize
É um tipo de carboidrato polissacarídeo derivado do amido de milho ceroso (Waxy Maize Starch). Por ser composto basicamente por amilopectina, sua hidrólise/absorção ocorre de forma mais lenta, assim como sua digestão, proporcionando uma menor resposta glicêmica e insulínica, e gerando energia por tempo mais prolongado, contribuindo para evitar fadiga muscular e poupar o glicogênio.
Whey Protein
É um tipo de suplemento alimentar, composto na sua maior parte por proteínas (no mínimo 51% do valor calórico). Auxilia no ganho de massa muscular e na recuperação muscular pós treino. Existem três tipos de Whey Protein: o Concentrado pode conter entre 30 a 80% de proteínas, e possui lenta absorção; o Isolado pode conter até 95% de proteínas, e tem absorção mais rápida; e o Hidrolisado tem suas proteínas quebradas em tamanhos menores, o que facilita e aumenta a velocidade de absorção.

Z

Zinco
É um mineral que tem importante papel no crescimento, atua no metabolismo da vitamina A, participa do metabolismo dos hormônios tireoideanos, atua na transmissão de impulsos nervosos, contribuem para a proliferação e maturação de células de defesa do sistema imunológico, e age como antioxidante. Suas principais fontes alimentares são: carnes, leite, queijos, cereais e grãos integrais, gérmen de trigo, feijões, nozes, castanhas, amêndoas e semente de abóbora. As fontes de origem animal garantem maior absorção do zinco do que as fontes vegetais, uma vez que estas possuem compostos anti-nutricionais que podem interferir na biodisponibilidade do mineral.
ZMA/Testo
É a combinação entre Zinco, Magnésio e Vitamina B6. Acredita-se que esta combinação aumente os níveis do pré-hormônio IGF-1, podendo contribuir para o aumento da síntese do hormônio masculino, testosterona. É um suplemento considerado ergogênico, utilizado para promoção de força e hipertrofia, uma vez que a Testosterona induz a síntese proteica, o anabolismo, balanço nitrogenado positivo e modulação do metabolismo do cálcio.

Newsletter

Contato:

São Paulo(11) 4063-5511

Rio de janeiro (21) 4063-7575

Belo horizonte (31) 4063-9533

brasilia (61) 4063-8266

salvador(71) 4062-9296

curitiba (41) 4063-5511